top of page

Primeiro dia do Planeta Atlântida 2020


O primeiro dia do Planeta Atlântida 2020 movimentou o litoral gaúcho na sexta-feira (31 de janeiro). Os portões da Saba, na Praia de Atlântida, abriram às 16h para receber o público que já começou a aproveitar as diversas ativações dos patrocinadores Renner, Coca-Cola, Skol e Banrisul espalhadas pela arena e pelo camarote, além de shows de dezenas de atrações que se revezaram em três palcos.

Quem abriu a programação foi o cantor mineiro Gabriel Elias, às 18h20, animando o público do Palco Atlântida. Depois, também passaram por lá o cantor Di Ferrero mostrando seu trabalho solo, o novo destaque do pop Luísa Sonza, além das bandas 3030, Lagum e o funkeiro Kevin O Chris. Quem encerrou as apresentações do palco foi o DJ holandês Don Diablo.

Já o Palco Planeta recebeu as maiores estrelas da noite. O espaço foi aberto pelo gaúcho Neto Fagundes com o hino rio-grandense, seguido por grandes shows de Vitor Kley, o novo nome do funk Kevinho, a cantora IZA, o sertanejo de Luan Santana e o pagode de Dilsinho. A última apresentação do dia foi com o animado Dennis DJ, que colocou todo mundo pra dançar até as 4h.



Além desses dois palcos que já são clássicos da maior festa do verão gaúcho, o festival ainda recebeu a estreia do Planeta Beat, abrigando apresentações de mais de 20 MCs e DJs convidados pelo projeto Rap In Cena. O ambiente reuniu alguns dos nomes mais expressivos do gênero: o trapper mineiro Sidoka, a famosa batalha Aldeia versus Olimpo, os projetos Hot Players, Cristal e Dropping, os artistas Laypold, Nicolas Walter, Zifi, Rafo e Sifra e os DJs Coch, Milkshake, Saulit e Tito Veloso. Nos intervalos, o público ainda pôde conferir uma série de poesias declamadas com improviso e um graffiti ao vivo.

Você pode baixar as fotos divulgação do


Comments


POSTS MAIS LIDOS